13/09/2017

Review - "Meu livro. Eu que escrevi", de Raony Phillips


[AVISO: este post pode conter spoilers de "Meu livro. Eu que escrevi." e de "Girls in the House". Leia com cuidado.]

    Duny (lê-se Dani) é a rainha das grosserias, adora um barraco e, justamente por isso, se tornou a grande estrela da websérie Girls in the House, da RaoTV, canal do YouTube com mais de 100 milhões de visualizações. De tão querida, ela ganhou uma série própria, Disk Duny, na qual já colocou Kim Kardashian, Kanye West e Taylor Swift para lavar sua louça, salvou a cantora Sia do cativeiro em que Beyoncé a mantinha, além de ter ajudado de maneiras inimagináveis outros famosos do universo pop.

    Neste livro, ela relata, com seu linguajar inconfundível, que já passou por muita coisa nessa vida em busca da fama: da humilhação pública de fazer agachamentos em trajes sumários num programa de TV a fingir que suporta crianças só para ser babá da filha de uma artista famosérrima e ficar um tantinho mais perto dos maiores nomes do pop mundial. Uma autobiografia recheada com o melhor do humor anárquico e nonsense da internet, total ausência de preciosismo vernacular e algumas verdades que vão redefinir seu conceito de sucesso e, talvez, de vergonha alheia.

***

    Em setembro de 2014, a Electronic Arts lançou o jogo base da quarta geração de The Sims. No mesmo ano, um rapaz chamado Raony Phillips, através do jogo, transformou em série uma de suas histórias: nascia Girls in the House. E das três protagonistas, uma se destacou: Duny Eveley. E ela até saiu da ficção para lançar um livro bem real - e divertidíssimo. O livro não poderia ter outro título senão "Meu livro. Eu que escrevi." Bem a cara dela mesmo.

    Na obra, lançada em agosto de 2017, Duny conta algumas desventuras que viveu em sua jornada em busca do estrelato. Teve de tudo, desde ser sabotada pela apresentadora de programas infantis Chocotone e quase virar princesa de um país não muito distante de Sun Town (anteriormente conhecida como Willow Creek, acredito que precisou mudar de nome para evitar problemas de copyright com a EA), passando até por um envio de nudes acidental e um assalto transmitido pela internet.

    Como Duny é a estrela do livro, ela aparece mais que as colegas da série, mas não se deixe enganar: quase sempre há menções a Alex, Honey, Priscilão e outros moradores da pensão. Até Shaft - a sobrinha e afilhada da Duny - aparece! E além daqueles personagens que já conhecemos e amamos, há também novas aparições e eu, pelo menos, já estou meio que torcendo para que apareçam na série.

    Algo que eu achei bem interessante é que você realmente vê a Duny no livro e, se bobear, até lê algumas frases com a voz dela. Por que não o livro todo com a voz dela? Ele foi escrito da forma que a Duny realmente fala e isso é perceptível desde antes de o livro começar de fato, quando ainda estamos lendo a dedicatória (para ela mesma). Raony fez um trabalho excelente tanto na criação da personagem quanto na caracterização dela num suporte que não seja visual (no caso, o livro). E eu já disse que ele também ilustrou as aberturas de capítulos? Quer mais talento, @?

    No geral, é um livro bem divertido e que não depende necessariamente de um conhecimento prévio da série para ser apreciado. Só não recomendo para crianças porque, apesar de Girls in the House ser uma animação, os personagens falam muitos palavrões e tocam em uns temas delicados, ou seja NÃO É PRA CRIANÇA. Mesmo assim, GITH tem um público infantil grande e vivemos num país onde, por mais que a novela diga que só maiores de 14 podem assistir, os pais deixam os menores verem e depois ainda se acham no direito de reclamar. E inclusive isso é uma das coisas que eu acho legal no livro da Duny: apesar de ser muito engraçado e pautado no humor, também tem umas críticas aos comportamentos que estamos acostumados no meio. Jogada de mestre MESMO.

FICHA TÉCNICA
Título: Meu livro. Eu que escrevi.
Autor(es): Raony Phillips/Duny Eveley
Ano de Publicação: 2017
Editora: Intrínseca
Páginas: 165

11 comentários:

  1. Não assisti a série e não conhecia o livro me interessei vou procurar para ler também.
    Muito obrigada pela indicação.
    Bjs
    Mark

    ResponderExcluir
  2. Essa série faz sucesso, mas nunca assisti. Esse livro parece mesmo ser bem divertido e cheio de aventura...preciso procurar mais resenhas pra assim comprar ♥

    ResponderExcluir
  3. Nossa tô perdida ahahaha não conheço a série e agora que tô sabendo de tudo kkkk muito legal , eu quero assistir a série , gentee kkk

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi falar bastante da série, mas nunca assisti, e também não conhecia o livro. Uma ótima aposta de livro para ler, na minha listinha ♥
    Sucesso com o blog !!!

    ResponderExcluir
  5. 😍😍 Sabe que conheci essa serie semana passada. E vi que tinha lançado esse livro,na hr que li a sinopse ja gostei. Agora depois da resenha queroooo muitoooo.

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito vou ver esse livro é já que tem a série eu vou assistir também 👍

    ResponderExcluir
  7. Adoro Girls in the house e a Dunny, o livro pareceu ficar super a cara dela. Fiquei curiosa pra conhecer o livro, tá na minha listinha de leitura.
    Muito sucesso com o blog!

    ResponderExcluir
  8. Menina esse livro ta fazendo bastante sucesso na blogosfera e eu to ficando muito curiosa pra saber se ele é tudo isso que o povo esta falando, vou correr atrás de ler e volto te dizer o que achei! Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Gente que livro lindo, eu fiquei super curiosa para ler, amor ler. Vou correr atrás ler e assistir a serie

    ResponderExcluir
  10. MANAAA!!!!!! sou louca por essa série e já quero ler o livro. Não sabia que eles iam lançar

    ResponderExcluir
  11. Já pedi o livro e estou bastante animada para ler ele, sou simplesmente viciada em GITH, sem duvida umas das minhas series atuais favoritas.

    ResponderExcluir

Dê sua opinião!